Durante um evento dedicado à juventude, Ban Ki-moon pediu a ajuda dos jovens para resolver os problemas mundiais. Este responsável considera que os mais novos já demonstraram que são capazes de assumir a «responsabilidade para liderar»
Durante um evento dedicado à juventude, Ban Ki-moon pediu a ajuda dos jovens para resolver os problemas mundiais. Este responsável considera que os mais novos já demonstraram que são capazes de assumir a «responsabilidade para liderar»Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU pediu a ajuda dos jovens para resolver os desafios mundiais, e alcançar um futuro pacífico, equitativo e próspero, justificando que os mais novos já demonstraram que estão dispostos e são capazes de assumir a responsabilidade para liderar. O mundo vai depender da juventude para falar a linguagem da tolerância e do respeito, disse, citado pela Rádio ONU, acrescentando que espera que essas vozes afoguem aqueles que pregam o ódio e a divisão. Para este responsável, a atual geração de jovens é a maior que o mundo já viu até agora, e as ações e coragem destes vão conduzir as pessoas no caminho da harmonia e do desenvolvimento sustentável. Durante a sua intervenção, que decorreu dia 26 de fevereiro, num evento dedicado à juventude na véspera da abertura do 5. º Fórum Global da aliança das Civilizações das Nações Unidas, em Viena, Áustria, Ban Ki-moon referiu que o mundo passa por um momento de transição económica, demográfica, política e ambiental e, segundo ele, os conflitos representam um dos maiores obstáculos ao desenvolvimento. aos presentes, o secretário-geral da ONU sublinhou que é necessário intensificar os esforços para alcançar as metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.