Uma dezena de pessoas da mesma família foi morta durante um assalto no estado de Plateau, no centro da Nigéria. Suspeita-se que as disputas entre etnias estejam na origem do massacre. Entre as vítimas está um bebé de dois meses
Uma dezena de pessoas da mesma família foi morta durante um assalto no estado de Plateau, no centro da Nigéria. Suspeita-se que as disputas entre etnias estejam na origem do massacre. Entre as vítimas está um bebé de dois mesesVestidos com uniformes militares, vários homens armados assassinaram dez membros da mesma família, entre eles um bebé de dois meses, revelaram as autoridades policiais do estado de Plateau, na Nigéria, no final desta semana. O ataque ocorreu durante a noite, na aldeia de Kogom, perto de Jos, a capital do estado. Os criminosos têm acesso aos nossos uniformes antigos, de uma forma ou de outra, mas posso garantir que nenhum dos nossos homens está envolvido no ataque, assegurou o tenente Kingsley Egbo, porta-voz da força conjunta da polícia e do exército que patrulham a região. De acordo com as autoridades, o massacre estará relacionado com os confrontos entre membros da comunidade fulani e birom, que já provocaram centenas de mortes nos últimos anos na parte central da Nigéria. Os birom acusam os fulani de se apropriarem das terras férteis, enquanto os fulani se queixam de marginalização e privação dos direitos básicos.