a autora de um blogue inspirado em pessoas marcadas pelas limitações impostas pelo regime cubano vai ser distinguida em Miami, nos Estados Unidos da américa. O prémio visa destacar o seu empenho na defesa dos direitos humanos
a autora de um blogue inspirado em pessoas marcadas pelas limitações impostas pelo regime cubano vai ser distinguida em Miami, nos Estados Unidos da américa. O prémio visa destacar o seu empenho na defesa dos direitos humanos Começou por ser um blogue inspirado em pessoas com nomes com a letra ípsilon, como o da autora – Yoani Sánchez -, mas rapidamente ultrapassou fronteiras, ao abordar sem complexos alguns dos temas tabú em Cuba. Em Geração Y, há histórias de gente marcada pelas escolas rurais, pelos bonequinhos russos, pelas saídas ilegais e a pela frustração de viver num país oprimido. as opiniões de Yoani Sánchez não são consensuais, sobretudo em Cuba, mas no exterior do país têm sido muitas as entidades a reconhecer a coragem e determinação desta mulher, que vive em Havana e é formada em Filologia. Exemplo disso é a Medalha Presidencial que lhe foi atribuída pelo Miami Dade College (MDC), nos Estados Unidos da américa, pelo trabalho em defesa dos direitos humanos. a entrega do galardão está marcada para 1 de abril. Segundo informações do MDC, em anos anteriores, a distinção foi atribuída a personalidades como Lech Walesa, Mikhail Gorbachev, Bill Clinton, Muhammad Yunus, Madeleine albright, José María aznar e Álvaro Uribe. após anos de proibições, o governo cubano concedeu uma autorização a Sánchez, para estar presente na sessão de entrega do prémio. a bloguer irá aproveitar para visitar vários países do continente americano e europeu.