as agências humanitárias estão a tentar responder às necessidades crescentes decorrentes da guerra na Síria, alertaram as Nações Unidas, embora salientando que o acesso limitado está a impedir que todos os que necessitam de assistência a recebam
as agências humanitárias estão a tentar responder às necessidades crescentes decorrentes da guerra na Síria, alertaram as Nações Unidas, embora salientando que o acesso limitado está a impedir que todos os que necessitam de assistência a recebam Estamos a cruzar linhas de conflito, a negociar com os grupos armados no terreno, para atingir mais pessoas com necessidade. Mas não estamos a alcançar um número suficiente daqueles que necessitam da nossa ajuda, sublinhou a subsecretária-geral para assuntos Humanitários, Valerie amos. Em declarações à imprensa, em Genebra (Suíça), na sequência do Fórum Humanitário da Síria, Valerie amos afirmou que o acesso limitado no norte do país é um grande problema, que só pode ser resolvido usando métodos alternativos de distribuição de ajuda. Garantir o acesso aos milhões de sírios que desesperadamente precisam de ajuda foi o foco da reunião desta terça-feira, a sétima de uma série realizada para combater as crescentes necessidades decorrentes de um conflito que vai em breve entrar no seu terceiro ano e já se tornou uma pesada carga humanitária.