Nos Estados Unidos da américa, um templo abriu portas para receber as pessoas que não têm casa, e uma associação uniu-se à causa. Juntos fornecem cobertores, e proporcionam aos cidadãos cortes de cabelo e trocas de roupa
Nos Estados Unidos da américa, um templo abriu portas para receber as pessoas que não têm casa, e uma associação uniu-se à causa. Juntos fornecem cobertores, e proporcionam aos cidadãos cortes de cabelo e trocas de roupaGubbio Project, uma organização não governamental norte-americana, associou-se a uma igreja da cidade de São Francisco, na Califórnia, Estados Unidos da américa (EUa), que decidiu abrir as portas às pessoas que estão sem abrigo, oferecendo um espaço onde descansar depois de as casas de acolhimento fecharem, o que acontece todos os dias pela manhã.

O programa, que está em funcionamento entre as seis da manhã e a uma da tarde, dá às pessoas sem casa um local para dormir, e proporciona-lhes acesso a espaços da igreja como a casa-de-banho, ao mesmo tempo que fornece cobertores, e vouchers’ para trocar por roupa e cortes de cabelo, disse, Laura Slattery, diretora executiva do Gubbio Project, ao Huffington Post.

Segundo esta responsável, cerca de 90 pessoas sem casa recorrem àquele espaço como zona de descanso todas as noites e, apesar de vários problemas financeiros, o projeto, lançado em 2004, tem prosperado e contribuído para apoiar o número crescente de pessoas que perdem as suas casas naquela cidade.

Entre os problemas que mais afetam os sem-abrigo estão a droga e o álcool, mas a falta de sono também é um problema severo, que pode causar diversas psicoses, alertou Tommy King, pastor da St. Boniface Church, ao jornal San Francisco Chronicle. Este tipo de apoio ajuda-os em termos de saúde mental, explicou.