O secretário-geral da ONU manifestou a sua «profunda preocupação» pelos relatos de ataques aéreos israelitas na Síria e apelou a todos os interessados para que evitem um aumento da tensão na região. Morreram duas pessoas e há cinco feridos
O secretário-geral da ONU manifestou a sua «profunda preocupação» pelos relatos de ataques aéreos israelitas na Síria e apelou a todos os interessados para que evitem um aumento da tensão na região. Morreram duas pessoas e há cinco feridos O exército sírio anunciou que caças israelitas realizaram um ataque direto na quarta-feira, 30 de janeiro, contra um centro de investigação científica em Jamraya, no noroeste de Damasco, matando duas pessoas e ferindo cinco. O secretário-geral [da ONU] tomou nota, manifestando a sua profunda preocupação, dos ataques aéreos israelitas na Síria. Neste momento, as Nações Unidas não têm pormenores do incidente relatado. Nem está a organização em posição de verificar de forma independente o que aconteceu, registou uma nota emitida pelo gabinete de Ban Ki-moon. No comunicado, o responsável deixou um apelo para que se evite uma escalada de tensão na região do Médio Oriente. O secretário-geral pede a todos os interessados que sejam capazes de evitar tensões ou a sua escalada na região, que respeitem o direito internacional, em particular no que diz respeito à integridade territorial e à soberania de todos os países da região.