Os países e as organizações regionais prometeram mais de 1,5 mil milhões de dólares para fornecer ajuda humanitária aos civis afetados pelo conflito na Síria, superando a meta inicial fixada pelas Nações Unidas e seus parceiros
Os países e as organizações regionais prometeram mais de 1,5 mil milhões de dólares para fornecer ajuda humanitária aos civis afetados pelo conflito na Síria, superando a meta inicial fixada pelas Nações Unidas e seus parceirosSão 1,1 mil milhões de euros para fazer chegar aos civis que estão a sofrer com a guerra civil em que mergulhou a Síria há quase dois anos. Hoje, temos visto a solidariedade global em ação, afirmou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na conferência de doadores para a Síria, que se realizou na Cidade do Kuwait. Trouxemos uma mensagem de esperança para os milhões de sírios que foram afetados por esta crise terrível. a conferência procurou recolher 1,5 mil milhões de dólares – os tais 1,1 mil milhões de euros – para ajudar os civis afetados pelo conflito em curso ao longo dos próximos seis meses, incluindo aqueles que procuram refúgio para além das fronteiras sírias. O montante prometido esta quarta-feira, 30 de janeiro, superou aquela meta e os números exatos ainda estão a ser calculados. a situação na Síria é catastrófica e torna-se pior de dia para dia, sublinhou Ki-moon. E todos os dias os sírios enfrentam um catálogo de horrores em catadupa: implacável violência, rutura de alimentos e remédios, e violações de direitos humanos, incluindo a violência sexual, prisões e detenções arbitrárias. Ban Ki-moon, que presidiu à conferência, disse que a ONU garante que os fundos serão utilizados de forma eficaz para atender às urgentes e mais básicas necessidades do povo sírio.