Na primeira oração mariana do angelus de 2013, neste dia em que é celebrado o Dia Mundial da Paz, Bento XVI saudou a todos, desejando que neste primeiro dia de 2013 «chegue a cada homem e a cada mulher do mundo a bênção de Deus»

Na primeira oração mariana do angelus de 2013, neste dia em que é celebrado o Dia Mundial da Paz, Bento XVI saudou a todos, desejando que neste primeiro dia de 2013 «chegue a cada homem e a cada mulher do mundo a bênção de Deus»
a saudação do Papa inspirou-se na antiga fórmula contida na Bíblia, proposta pela liturgia deste primeiro dia do ano: O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face e se compadeça de ti. O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz.
Como a luz e o calor do sol são uma bênção para a terra, – comentou Bento XVI – assim a luz de Deus o é para a humanidade, quando Ele faz brilhar sobre ela a sua face. Isto aconteceu com o nascimento de Jesus Cristo, continuou o Pontífice.com o seu nascimento Deus fez resplandecer para nós a sua face: inicialmente de um jeito muito humilde, escondido – em Belém somente Maria e José e alguns pastores foram testemunhas desta revelação – mas pouco a pouco, como o sol que do amanhecer chega ao meio-dia, a luz de Cristo cresceu e se difundiu por toda a parte. Recordou depois o canto dos anjos na noite santa de Natal, dizendo que tal deve ser a atitude dos cristãos: este é o canto dos cristãos debaixo do céu; um canto que dos corações e dos lábios passa a gestos concretos, nas atitudes de amor que constroem diálogo, compreensão e reconciliação. Referindo-se à Jornada Mundial da Paz, o Santo Padre sublinhou que aquele Menino, que é o Verbo de Deus feito carne, veio para trazer aos homens uma paz que o mundo não pode dar. a sua missão é derrubar o muro da inimizade’. Pegando no tema deste ano Bem-aventurados os obreiros da paz, Bento XVI explicou que construtores da paz são todos aqueles que, no dia-a-dia, procuram vencer o mal com o bem, com a força da verdade, com as armas da oração e do perdão, com o trabalho honesto e bem realizado, com a pesquisa científica a serviço da vida, com as obras de misericórdia físicas e espirituais. E acrescentou: Os operadores de paz são tantos, mas trabalham silenciosamente.como o fermento na massa, fazem crescer a humanidade segundo os desígnios de Deus. Bento XVI concluiu o seu discurso pedindo à Mãe de Deus que abençoe a todos como uma mãe abençoa os seus filhos que devem partir para uma viagem. Um ano novo é como uma viagem.com a luz e a graça de Deus, possa ser um caminho de paz para cada ser humano e para cada família, para cada país e para o mundo inteiro.