as autoridades angolanas assumiram oficialmente a existência de três Municípios no sul do país em situação de penúria alimentar por causa da seca. algumas famílias carenciadas já estão a receber assistência governamental
as autoridades angolanas assumiram oficialmente a existência de três Municípios no sul do país em situação de penúria alimentar por causa da seca. algumas famílias carenciadas já estão a receber assistência governamental Os municípios de Namacunde, Kwanyama e Ombandja, na província de Cunene, em angola, estão a passar por uma grave situação de carência alimentar. a fome foi declarada oficialmente nos três concelhos pelo ministério da assistência e Reinserção Social, que já começou a dar apoio às famílias mais necessitadas, com o envio de bens de primeira necessidade. Estamos a assistir os grupos mais vulneráveis, afirmou o representante do governo na província, Mateus Ndulipukio, acrescentando que nos últimos dias foram enviadas para a região 161 toneladas de arroz, óleo alimentar, peixe em conserva e sal. Temos informações de que os municípios de Cahama e Cuvulai também vivem a mesma situação de fome, mas o governo vai saber dar resposta no tempo próprio, adiantou o responsável, citado pelo site O apostolado. Cunene é uma província no sul de angola com uma área de 87 mil quilómetros quadrados, com perto de 300 mil habitantes. a população é constituída sobretudo por grupos étnicos que vivem do seu gado bovino e de uma limitada agricultura de subsistência. Em virtude da escassez do pasto, as manadas são criadas e mantidas num regime de deslocação sazonal que implica migrações regulares.