a missão é feita de pequenos passos que dão origem a outros sonhos e esperanças. E é com mais um sonho realizado, ao recebermos um pequeno grande presente, que terminamos o ano

a missão é feita de pequenos passos que dão origem a outros sonhos e esperanças. E é com mais um sonho realizado, ao recebermos um pequeno grande presente, que terminamos o ano
Depois de ter sido entregue aos Missionários da Consolata a Constância de Doação de Propriedade do terreno (cerca de 5000 metros quadrados) para as futuras construções (Maloca, Casa dos Missionários e Igreja), em Soplin Vargas, no Peru, apareceu no sapatinho de Natal, uma ajuda económica que permitiu dar início ao projeto Maloca para Todos.com esta ajuda, foi possível fechar o terreno com arame farpado e limitar a área que nos corresponde, uma vez que já começam a aparecer vizinhos para construir as suas casas ao lado da futura paróquia. O trabalho foi realizado por uma família evangélica, muito disponível e trabalhadora. apesar de algumasdiferenças ideológicasquisemos, com esta atitude, demonstrar que procuramos unidade entre todos e não fazemos distinções de cariz religioso. Numa assembleia geral realizada para comunicar os avanços das construções ficou claro que estamos com todos e para todos. Depois de terminado esse trabalho seguiu-se o amazenamento de areia. Este processo é mais complicado pois depende do estado do rio. Um dia está baixo e com grandes praias de onde se pode retirar areia, e na semana seguinte já subiu a maré e já não se tem acesso à areia. Felizmente são muitas as pessoas que estão envolvidas neste trabalho e por esse motivo temos esperança de conseguir terminar em janeiro. Estando a viver em Soplín, conseguimos conhecer melhor a realidade. Exemplo disso foi o contacto com o projeto Telhado Digno, que prevê a substituição de todos os telhados de palmeira por telhados de chapa, dando melhores condições às habitações. através deste programa fomos recolhendo informação acerca das vantagens e desvantagens dos telhados em palmeira. apesar de ser mais bonita e enquadrada com a realidade amazónica em termos paisagísticos, a folha da palmeira dura mais de três anos quando se cozinha dentro de casa, ou seja, o fumo ajuda a conservar.como no nosso caso não se prevê cozinhar na Maloca, teríamos que trocar de telhado de três em três anos. Juntando esta informação ao fato de ser necessário abater cerca de 100 palmeiras para se construir um telhado artesanal, acabamos por alterar a ideia inicial de uma Maloca com esse tipo de cobertura. Ser missionário é optar pela vida e neste caso pela proteção da natureza. assim, tivemos que optar pela construção da Maloca em cimento e consequentemente o orçamento triplicou, contudo continuamos a confiar na Providência Divina. E desta forma se vai escrevendo a história deste povo e desta missão, esperando que a semente caia em terra fértil e produza frutos abundantes em benefício de todos!