Bento XVI anunciou, esta manhã, 13 de Maio, o início do processo de beatificação do Papa Wojtyla. a declaração da “heroicidade das virtudes” não espera os cinco anos, precritos pela Igreja.
Bento XVI anunciou, esta manhã, 13 de Maio, o início do processo de beatificação do Papa Wojtyla. a declaração da “heroicidade das virtudes” não espera os cinco anos, precritos pela Igreja. O grito “Santo já”, que ecoou na praça de são Pedro a 8 de abril, durante os funerais de João Paulo II, não caiu no esquecimento. Bento XVI leu pessoalmente ao clero romano a comunicação do cardeal José Saraiva Martins, responsável pela Congregação para as causas dos santos, que iniciou o processo de beatificação.
apenas um mês após a sua morte, a evocação do Papa Wojtyla faz exultar de alegria: a comunicação foi seguida por um longuí­ssimo aplauso, de pé, dos sacerdotes romanos, reunidos à volta de Bento XVI com o cardeal Ruini, vigário de Roma, na basílica de São João de Latrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *