Todos os dias surgem novas seitas que tentam convencer os crentes com promessas de curas e milagres, alerta o padre Manuel Tavares
Todos os dias surgem novas seitas que tentam convencer os crentes com promessas de curas e milagres, alerta o padre Manuel TavaresQuatro postes de madeira, alguns panos a servir de paredes, um aparelho de som e muita retórica é quanto basta para criar uma nova igreja’ em Moçambique. Se a estes fatores juntarmos a fragilidade de muitos moçambicanos e a vontade que demonstram em abraçar os valores religiosos, facilmente se percebe que um terreno fértil para a fé cristã rapidamente se transforma num mar de indecisões e confusões. «Uma coisa são as confissões religiosas tradicionais, que são bem estruturadas e organizadas, outra é chegarem ali e falarem em nome de Deus e batizarem sem conteúdos teológicos e éticos, afirma o padre Manuel Tavares, missionário da Consolata, a trabalhar há mais de 30 anos em Moçambique. as últimas estatísticas conhecidas davam conta da existência de mais de 900 denominações religiosas registadas. Mas este número está a aumentar de dia para dia. «as seitas surgem em Moçambique de forma extraordinária. E nestes últimos tempos tem havido um incremento muito grande. Os fundadores são oriundos sobretudo da África do Sul. «Qualquer individuo com o mínimo de conhecimentos chega ali, abre a sua igrejinha’. Às vezes é só uma palhota humilde mas depois vai aumentando com a contribuição dos fiéis e torna-se uma igreja, conta o sacerdote à Fátima Missionária. Os nomes dados aos movimentos revelam a criatividade dos mentores: «Igreja do Poder de Deus; Igreja do Fogo de Deus; Igreja do Evangelho Completo e Igreja dos Milagres de Deus são apenas alguns exemplos. as promessas roçam os limites da intrujice. «Dizem que fazem milagres, prometem curar as doenças e isso cria muita confusão na cabeça das pessoas, que com todas as mazelas que têm, acabam por tentar a sua sorte. Manuel Tavares conhece casos concretos: «Um senhor, com quatro filhos e problemas nas pernas, ficou viúvo. Nós facultamos uma casa para ele poder viver com os filhos. a certa altura desapareceu, para aparecer mais tarde na televisão, numa das encenações dos milagres’ anunciados pela Igreja do Poder de Deus. O que aconteceu? Ele estava a precisar de cuidados médicos e depois de ser tratado melhorou bastante, de maneira que foi muito fácil mostrar como era antes e depois dos tratamentos, em que já andava. Depois de um «período marxista em que era banida qualquer ideia religiosa, a evangelização generalizada ganhou força em Moçambique e vive-se agora «uma procura muito grande de tudo o que é espiritual, de tudo o que fala de Deus e chama para os valores. Este cenário lança novos desafios à Igreja católica. Para Manuel Tavares, é fundamental a aposta numa «evangelização em profundidade. «Há a tentação de aproveitar a situação propícia para batizar o mais possível, porque as pessoas estão mais disponíveis, mas também há o perigo de não se aprofundar suficientemente a fé e as pessoas irem por outros caminhos, por tudo e por nada, conclui o missionário português.