a situação do Iraque continua a gerar descontentamento. Muitas tropas, muitas mortes e poucos resultados. Morte de agente italiano parece ser uma causa mais para esta retirada.
a situação do Iraque continua a gerar descontentamento. Muitas tropas, muitas mortes e poucos resultados. Morte de agente italiano parece ser uma causa mais para esta retirada. a Itália começará a retirar as sua tropas do Iraque em Setembro, anunciou o primeiro-ministro italiano Sálvio Berlusconi. a Itália junta-se assim à crescente lista de aliados procurando retirar tropas do Iraque.

Numa entrevista televisiva, Berlusconi afirmou estar a discutir com o primeiro-ministro inglês Tony Blair uma estratégia de retirada total. O povo dos dois países deseja que as tropas regressem.

ao ser questionado quanto à retirada total das tropas italianas, Berlusconi foi cauteloso. “Depende da capacidade do governo iraquiano para manter uma Política de segurança adequada. ”

O governo de Berlusconi tem sido um dos maiores apoiantes da Política externa dos Estados Unidos. apesar de forte oposição foram enviados 3. 000 militares italianos para o Iraque.

Contudo, a pressão contra a missão italiana no Iraque aumentou com a morte do agente dos serviços secretos Nicola Calipari. O agente foi atingido por soldados americanos pouco depois de ter libertado uma refém italiana.

O incidente provocou uma forte tensão nas relações entre os dois países. O presidente dos estados Unidos George Bush já anunciou uma profunda investigação sobre o caso. Berlusconi durante a entrevista considerou a morte um “sério erro”.

Washington nega a ligação entre a morte do agente italiano e a retirada das tropas. Scott McClellan, porta-voz da Casa Branca, aplaudiu a contribuição dos italianos e afirmou que não há novidades. “Se olharmos ao que disse Berlusconi, a decisão será baseada na capacidade do governo iraquiano de assumir mais responsabilidades e sempre em comum acordo com os aliados. ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *