a presidência sul-africana não vai conceder visto de entrada ao líder budista para participar numa conferência sobre a paz mundial
a presidência sul-africana não vai conceder visto de entrada ao líder budista para participar numa conferência sobre a paz mundialDalai Lama foi convidado para uma conferência paralela ao jogo de futebol da Nelson Mandela Challenge, que se realiza na sexta-feira, pelos três sul-africanos premiados com o Nobel da Paz. a iniciativa subordinada à utilização do futebol para combater o racismo e a xenofobia no mundo, no âmbito da organização sul-africana do Mundial de 2010, contará com a presença de vários prémios Nobel da Paz, membros do Comité do Nobel e a actriz Charlize Theron, adianta a Lusa.
Mas o governo de Pretória recusou conceder-lhe visto e a convidá-lo oficialmente para a conferência argumentando com a necessidade de não desviar a atenção da África do Sul.
O governo sul-africano não tem qualquer problema com Dalai Lama, mas pretende que neste momento as atenções de concentrem no país em vez de na questão do Tibete, disse o porta-voz da presidência, Thebo Masebe. O ex-presidente sul-africano Frederik de Klerk bem como o bispo anglicano Desmond Tutu já declararam ir boicotar a conferência, se o governo insistir em não convidar o líder budista.
Klerk afirmou que ainda não recebeu os esclarecimentos pedidos ao ministério das Relações Exteriores, identifica-se com a posição tomada pelo arcebispo Desmond Tutu e reconsiderará a sua participação na conferência. Um porta-voz de Dalai Lama já disse que o líder está muito desapontado com Pretória, mas não irá pedir explicações por não querer ser inconveniente para qualquer governo.