O seminário da Sociedade Missionária Coreana tem actualmente 34 seminaristas e 40 missionários em vários países do mundo. a nova sede foi inaugurada a 7 de Março último
O seminário da Sociedade Missionária Coreana tem actualmente 34 seminaristas e 40 missionários em vários países do mundo. a nova sede foi inaugurada a 7 de Março último a cerimónia, presidida pelo cardeal de Seúl, contou com a presença do bispo de Suwon, Paulo Choi, terceiro superior da Sociedade Missionária Coreana (SMC), do bispo da Mongólia, Osvaldo Padilla, de 50 sacerdotes e cerca de 500 amigos e benfeitores. Criada em 1975 pela Conferência Episcopal, a SMC dedica-se á formação missionária de sacerdotes que são enviados para vários países. a ideia por trás desta fundação é simples: passar de uma Igreja que recebeu o dom da fé a uma Igreja que partilha o dom recebido. Para a formação de missionários, a SMC abriu um seminário em 1976. Os primeiros quatro padres coreanos foram ordenados em 1981, sendo depois enviados para a Papua Nova Guiné, onde trabalharam entre os povos indígenas. actualmente, a SMC tem 40 missionários em vários países, entre outros na Ilha Formosa, China, Hong Kong, Camboja, Rússia, Filipinas e Nova Guiné. Recentemente, começaram a trabalhar em Moçambique. Estão empenhados em actividades pastorais e sociais, desde projectos de agricultura à luta contra a lepra e a SIDa. Foto: indígenas Papúa e Nova Guiné