Mundo
Ataques em Cabo Delgado podem estar a ser financiados
Texto F.P. | Foto Lusa | 26/02/2020 | 07:03
Ministro moçambicano diz que as autoridades suspeitam que as ofensivas estarão a ser apoiadas por «alguém de fora». Há ainda indícios que os grupos armados envolvidos têm elementos estrangeiros nas suas fileiras
imagem
O ministro do Interior de Moçambique, Amade Miquidade, assegurou que a situação dos ataques na província de Cabo Delgado «está sob controlo das autoridades», mas admitiu haver uma preocupação acrescida por parte do executivo por as ofensivas serem praticadas por «indivíduos sem rosto», alguns deles de outras nacionalidades.

«Não sabemos qual é o propósito, que os faz massacrar, mas não existe qualquer propósito que leve a que indivíduos matem pessoas inocentes, homens, velhos, crianças, esquartejem estas mesmas vítimas, incendeiem as aldeias, e ataquem centros de saúde, assim como outras instituições a nível dos distritos de Cabo Delgado», afirmou o governante, citado pela agência Lusa.

Miquidade deslocou-se a Angola para um pedido do reforço da cooperação ao nível da defesa e segurança e escusou-se a revelar as nacionalidades envolvidas nos ataques, mencionando apenas que as autoridades moçambicanas não têm dúvidas «que esteja alguém de fora a financiar» os ataques, perpetrados com «meios sofisticados».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.