+ infoAcontecer
Mundo
Europa doa 900 milhões de euros para ajuda humanitária
Texto F.P. | Foto Lusa | 20/01/2020 | 16:22
Quase metade da verba visa ajudar a combater a fome nos países africanos afetados por conflitos. Assistência irá chegar a 80 nações dos quatro continentes
imagem
A Comissão Europeia aprovou esta segunda-feira, 20 de janeiro, um orçamento de cerca de 900 milhões de euros para apoiar populações necessitadas em zonas de conflito ou em crises alimentares em 80 países. Quase metade da ajuda humanitária é destinada a África.

Em comunicado, citado pela agência Lusa, o executivo comunitário refere que a União Europeia (UE), enquanto «principal doadora de ajuda humanitária global», pretende com esta verba responder a questões como «os prolongados conflitos em África e no Médio Oriente, [mas também] às graves crises alimentares e crises humanitárias que se estão a intensificar e a colocar em risco a ajuda aos mais necessitados».

Assim, a maior fatia – cerca de 400 milhões de euros – será destinada a países africanos, onde serão apoiadas «as pessoas afetadas por conflitos de longo prazo na República Democrática do Congo, as que sofrem crise alimentar e nutricional no Sahel e as deslocadas devido à violência no Sudão do Sul, República Centro-Africana e bacia do Lago Chade».

Para o Médio Oriente serão mobilizados 345 milhões de euros, destinados à crise na Síria e os refugiados nos países vizinhos, bem como para o Iémen, e para a Ásia e a América Latina serão alocados 111 milhões de euros, com o intuito de «ajudar as populações mais vulneráveis afetadas pela crise na Venezuela e os refugiados nos países vizinhos», bem como «prestar apoio em países asiáticos como o Afeganistão, Myanmar e Bangladesh, que abrigam populações rohingya».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.