+ infoAcontecer
Mundo
Famílias deslocadas recebem fogões mais económicos na Etiópia
Texto F.P. | Foto OIM | 30/11/2019 | 15:56
Equipamentos distribuídos a mais de 5.000 famílias ajudam a economizar energia e evitam a destruição da floresta. Ajudam também a diminuir a inalação de fumos provocados pelas tradicionais fogueiras
imagem
A Organização Internacional para as Migrações (OIM) na Etiópia entregou fogões que economizam energia a 5.447 famílias e outros 381 fogões comunitários, no âmbito de um projeto que termina no final do mês e tem como objetivo reforçar a ajuda humanitária aos deslocados internos e às populações afetadas pela crise.

As regiões onde foi feita a distribuição são das mais povoadas do país, e a maior parte das pessoas deslocadas internamente e as comunidades de acolhimento dependem da lenha dos bosques como combustível para poder cozinhar. Com os novos equipamentos, há menos consumo de madeira, o que reduz as disputas pelos recursos e a pressão sobre os bosques locais. Ao mesmo tempo, há menos risco de inalação de fumos e as mulheres jovens correm menos perigos com menos deslocações para recolha de lenha.

Sendo a madeira cada vez mais escassa, as pessoas deslocadas têm enfrentado dificuldades para o acesso a energia e veem-se frequentemente confrontadas com as comunidades de acolhimento, com o perigo de se gerar a degradação das relações comunitárias. Além disso, muitas das mulheres acabam por juntar e queimar diversos tipos de lixo para poderem ter fogo nas suas cozinhas, expondo-se ao fumo tóxico, sobretudo quando queimam plásticos.

As famílias beneficiárias do projeto receberam formação para lidar com os novos fogões e, nos próximos meses, os técnicos da OIM farão uma avaliação da distribuição e utilização dos equipamentos, para aferir o nível de satisfação e documentar eventuais falhas na dinamização do projeto.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.