+ infoAcontecer
Portugal
Campanha sensibiliza para pobreza e exclusão social
Texto J.B. | Foto EAPN | 15/10/2019 | 16:33
Pessoas que enfrentaram situações de fragilidade na vida dão a conhecer a sua história para alertar para a necessidade de construir um mundo onde domine a igualdade
imagem

Cidadãos que «vivem ou viveram situações de pobreza e exclusão social» e que se mostram disponíveis para sensibilizar para a «experiência de vida pela qual passam ou passaram», dão vida à campanha «Palavras com corpo e alma. Porque a pobreza não é ficção».

A iniciativa é lançada por ocasião do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, celebrado a 17 de outubro, e ganha forma através de sete vídeos e igual número de cartazes, que podem ser conhecidos através das redes sociais da Rede Europeia Anti Pobreza em Portugal (EAPN), organismo responsável pela iniciativa.

A campanha transmite os sofrimentos e sensações de cidadãos - «Fardo. Preconceito.  Justiça. Dignidade. Desigualdade. Solidão. Violência». Através desta iniciativa pretende-se «ativar a responsabilidade social de cada cidadão, bem como a responsabilidade coletiva» para construir uma «sociedade inclusiva, livre de pobreza e que assegure a dignidade e o respeito pelos Direitos Humanos», conforme explica Sandra Araújo, diretora executiva da EAPN Portugal, em comunicado.

Além da campanha, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza será assinalado pela EAPN Portugal com a 11ª edição do Fórum Nacional de Combate à Pobreza e Exclusão Social, que irá decorrer com o tema «A pobreza e a exclusão social na imprensa». O encontro terá lugar dias 16 e 17 outubro, no Museu da Imprensa, no Porto.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.