+ infoAcontecer
Fátima
Peregrinação internacional aniversária de outubro
«Deus quer o nosso agradecimento»
Texto F.P. | 13/10/2019 | 11:06
Rezar, reunir em comunhão para celebrar a Eucaristia e partilhar a fé com os outros é uma forma de agradecer a Deus, realçou o arcebispo de Seul na missa de encerramento da peregrinação internacional de outubro ao Santuário de Fátima
Partindo da leitura do Evangelho que relata a narrativa de São Lucas acerca da cura dos leprosos, o cardeal Andrew Yeom Soo-jung exortou os milhares de peregrinos reunidos este domingo, 13 de outubro, em Fátima, a não esquecerem de agradecer a quem os ajuda, em particular a Deus.

«Deus precisa do nosso agradecimento? Não, Deus é completo em si mesmo; Ele não precisa de nada de nós. Deus quer o nosso agradecimento? Sim; e digo isto com convicção, porque afinal que relacionamento nas nossas vidas não beneficia de um agradecimento sincero? Se nunca agradecermos ao nosso cônjuge ou aos nossos amigos, quando fazem algo bom por nós, não estamos a ser um bom cônjuge ou um bom amigo», afirmou o arcebispo de Seul.

Segundo o cardeal sul-coreano, existem várias formas de expressar o agradecimento a Deus, e uma delas é através da oração, da partilha da fé e da comunhão com outros crentes para celebrar a Eucaristia. «Quando celebramos a Eucaristia, estamos a fazer exatamente o que o leproso samaritano fez, estamos a louvar a Deus e a agradecer a Jesus pela nossa salvação», sublinhou.

Recordando o «Milagre do Sol», registado a 13 de outubro de 1917, Soo-jung classificou este fenómeno como um sinal de que «o Senhor é o Deus do Universo e que está para lá das leis da natureza». «Deus decidiu intervir nas leis da natureza e lutar contra o mal», apontou.

Na homilia, o cardeal aproveitou ainda para felicitar os portugueses pela escolha de Lisboa para realização das Jornadas Mundiais da Juventude em 2022: «São ocasião para proporcionar aos jovens uma visão de um mundo melhor e encorajá-los a encarar Cristo no nosso tempo, em que temos de enfrentar tantos desafios para alcançar a paz e a harmonia, pelas quais temos de rezar e trabalhar, tal como Nossa Senhora de Fátima pediu».

As celebrações de encerramento da última grande peregrinação internacional aniversária do ano, em que participaram cerca de 200 mil peregrinos, foram concelebradas por 11 bispos e 232 sacerdotes. Inscreveram-se nos serviços de atendimento ao peregrino mais de 150 grupos, oriundos de mais de três dezenas de países.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.