Portugal
Assembleia Nacional da Família Missionária da Consolata
Especialista desafia missionários a «respirar o novo»
Texto F.P. | 05/10/2019 | 14:05
Consultor de mercados e estudos de opinião ajuda grupos da Consolata a identificar pontos fortes e fracos da missão, para uma maior abertura à descoberta da novidade
imagem
O consultor de mercados e estudos de opinião, Carlos Liz, foi um dos convidados para participar na Assembleia Nacional da Família Missionária da Consolata, e ajudar a sistematizar as dúvidas, esperanças e propostas apresentadas pelos diversos grupos na fase preparatório do encontro.

Através de uma análise às respostas dadas pelos grupos às questões que mais os preocupam, o especialista criou uma «metodologia colaborativa», assente no cruzamento de sensibilidades, experiências e expectativas de «descobrir o novo». A partir destes dados, foi criado um mapa com os campos de intervenção da missão, onde os participantes foram convidados a dar ideias de como intervir na Igreja, junto dos jovens, dos sem abrigo, dos mais pobres, no voluntariado e nas vocações, com «coragem, abertura, consolação, testemunho e colaboração».

«O mundo está em transformação e é importante pensar a missão com toda a exigência de novidade que os tempos atuais exigem», desafiou Carlos Liz, apontando como linhas centrais de análise, com vista ao futuro, o facto dos grupos terem concluído, em traços gerais, que «não conseguem orar como queriam, por vezes têm medo do novo e não sabem lidar com ele, são poucos e sentem falta de formação e informação» sobre a vida do Instituto Missionário da Consolata.

Depois de uma primeira fase de trabalho em grupo, com base na metodologia sugerida, os participantes realçaram, como ponto de partida para uma reflexão mais profunda, a necessidade de um «maior trabalho em rede», do reforço da presença nas comunidades mais necessitadas, da melhoria do trabalho pós-missão com os voluntários e da urgência em conquistar os mais novos para uma espiritualidade mais frequente e convicta.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.