+ infoAcontecer
Fátima
Papa associa-se à Benção dos Capacetes em Fátima
Texto F.P. | Foto F.P. | 22/09/2019 | 12:57
Francisco enviou em mensagem para os milhares de motociclistas que este domingo se concentraram na Cova da Iria, para a sexta peregrinação nacional da Benção dos Capacetes
imagem
A leitura de uma mensagem do Papa Francisco transformou-se num dos momentos altos da Benção dos Capacetes, que este domingo, 22 de setembro, reuniu cerca de 130 motociclistas no Santuário de Fátima. «Foi a cereja no topo do bolo e o reconhecimento pelo trabalho que tem vindo a ser feito pelos motociclistas”, comentou, emocionado, o organizador da peregrinação, Carlos Pereira.

«A quantos correm velozes pelas estradas do mundo com as suas esplêndidas motas, obras primas da inteligência e da técnica», o Papa exorta «ao respeito de toda a pessoa, ao amor, à caridade recíproca, a jamais pôr em perigo a própria vida e a dos demais, a moderar a pressa, a impaciência, a euforia da velocidade para nunca serem causa de lágrimas e sofrimento», escreveu o Santo Padre, numa mensagem que deixou emocionados muitos dos motociclistas.

«É sempre uma emoção muito grande estar aqui, sobretudo pelo sentimento dos ausentes», comentava Jorge Oliveira, 72 anos, e um dos elementos mais antigos do Moto Clube de Vila do Conde. 

A sexta edição da Benção dos Capacetes foi presidida pelo bispo das Forças Armadas e de Segurança, Rui Valério, que destacou a união e a solidariedade da família motard como um exemplo de «testemunho» para uma vida em sociedade mais justa e solidária.

«É na camaradagem tão querida à mística motard que radica o significado mais profundo da vossa ação. A entreajuda é o antídoto mais eficaz para curar a doença hoje muito em voga, que é a cultura do descarte, de se interessar pelo outro só enquanto ele nos seja útil», sublinhou o bispo.

Para cumprir com este espírito solidário, a organização associa todos os anos à peregrinação uma campanha de solidariedade, que este ano vai beneficiar os Bombeiros Voluntários de Águas de Moura e os centros de medicina e reabilitação de Alcoitão e Vila Nova de Gaia.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.