+ infoAcontecer
Mundo
Conselho da Europa quer população a combater sexismo
Texto F.P. | 18/09/2019 | 16:47
Lançada página digital e vídeo de sensibilização para ajudar o público a identificar atos de discriminação e a lutar contra eles. Ferramenta surge na sequência de uma recomendação sobre o tema, aprovada pelos ministros europeus
imagem
O Conselho da Europa (CE) lançou recentemente uma página de ação e um vídeo, na internet, com o objetivo de ajudar os cidadãos europeus a identificarem os atos de sexismo e a posicionarem-se contra eles. A medida de sensibilização pretende também incentivar a implementação da recomendação sobre «Prevenção e Combate ao Sexismo», aprovada pelo Comité de Ministros da União Europeia, em março último.

«Ninguém deve ser discriminado por causa do seu sexo. Este é um princípio básico que ainda estamos longe de respeitar na prática. Através de esforços para prevenir e combater o comportamento sexista, o Conselho da Europa quer ajudar a garantir as condições equitativas para mulheres e homens, meninos e meninas», explica o secretário-geral do CE, Thorbjørn Jagland.

Segundo o responsável, o sexismo está presente em todas as áreas da vida, é prejudicial e está na raiz da desigualdade de género. O seu impacto pode ser pior para algumas mulheres e homens devido à etnia, idade, deficiência, origem social, religião, identidade de género, orientação sexual ou a outros fatores. «Quando o comportamento sexista se acumula, pode levar à aceitação da discriminação e da violência», alerta Jagland.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.