+ infoAcontecer
Mundo
África
«É preciso garantir» apoios às vítimas dos ciclones em Moçambique
Texto J.B. | Foto Lusa | 20/08/2019 | 17:08
De visita ao país, António Vitorino elogia a resposta internacional aos dois ciclones, mas lembra que «é preciso garantir o apoio humanitário» às vítimas
imagem

António Vitorino, diretor-geral da Organização Internacional para Migrações (OIM), está esta semana de visita a Moçambique para acompanhar os trabalhos da agência que dirige, na sequência da passagem do ciclone Idai, em meados do passado mês de março, e do ciclone Kenneth, que aconteceu apenas seis semanas depois.

A deslocação do responsável ao país contempla visitas às populações das regiões atingidas pelos ciclones tropicais, e proporcionou já um encontro com Filipe Jacinto Nyusi, presidente de Moçambique. O encontro foi uma ocasião para abordar políticas migratórias, o acolhimento a pessoas moçambicanas no exterior, a situação de Moçambique como rota de circulação, e as formas de lidar com fluxos migratórios.

O diretor-geral da OIM louvou a resposta internacional às duas catástrofes naturais, mas lembrou que é fundamental «não esquecer a Beira e Cabo Delgado», as regiões mais atingidas pela tragédia. Segundo o responsável, após estes dois desastres, «é preciso garantir o apoio humanitário e a resposta às necessidades dos afetados».

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.