+ infoAcontecer
Mundo
Povos da Amazónia representados na medalha papal
Texto J.B. | Foto Vatican News | 15/08/2019 | 16:01
A medalha comemorativa do sétimo aniversário de pontificado de Francisco é dedicada ao Sínodo da Amazónia, apresentando povos indígenas, o rio e a flora da região
imagem

Os sete anos de pontificado do Papa Francisco são assinalados através de uma medalha oficial, que faz referência ao Sínodo da Amazónia, convocado pelo Sumo Pontífice, para o próximo mês de outubro, no Vaticano. A «abordagem missionária» à Amazónia «requer, mais do que nunca, um magistério (…) que seja capaz de garantir tanto a unidade, quanto a diversidade e, assim, uma cultura do encontro numa harmonia multiforme», explicam os serviços de comunicação do Vaticano.

 

A referência à Amazónia é representada «como um abraço» da «pomba e dos indígenas». Surge também a representação «do rio, da flora e da obra missionária da Igreja através do rito do batismo e da Eucaristia». O brasão papal é outro dos elementos que consta na medalha da autoria de Orietta Rossi. Cada medalha é acompanhada de um «certificado de garantia, numerado, com o carimbo da Secretaria de Estado e do Instituto Poligráfico e da Casa da Moeda da Itália».

«Cada [medalha] será cunhada nas seguintes quantidades: 30 peças de trítico, 30 em ouro, duas mil em prata e 2500 medalhas serão cunhadas em bronze», acrescentam os serviços de comunicação da Santa Sé. As peças encontram-se à venda desde o início desta semana, na Livraria Editora Vaticana e na Administração do Património da Sé Apostólica do Estado da Cidade do Vaticano.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.