+ infoAcontecer
Mundo
Bispos do Paraguai consternados com atos de violência
Texto F.P. | Foto CEP | 22/07/2019 | 07:01
Conferência Episcopal emitiu uma declaração a expressar desolação pelo assassinato de um casal de idosos e os seus dois netos. As vítimas foram mortas durante um roubo de gado da sua fazenda
imagem
Os bispos do Paraguai expressaram esta semana a sua consternação pelo assassinato de um casal de idosos, e dos seus dois netos menores, numa fazenda em Chaco, que se encontra a cerca de 670 quilómetros a norte da capital do país, Assunção. «Como Igreja, estamos consternados pelo que se passou, sobretudo pela violência e crueldade com que atuaram os criminosos», escreveram os prelados.

Os idosos, com idades na casa do 70 anos, e os netos, de sete e 10 anos, foram encontrados mortos na fossa séptica da quinta, e as autoridades policiais já anunciaram a detenção de oito pessoas suspeitas de participarem direta ou indiretamente no trágico crime. A motivação terá sido o roubo de 100 cabeças de gado.

A violência no país é um assunto que continua a preocupar os bispos do Paraguai, que têm pedido repetidamente uma reflexão aprofundada sobre a dignidade da pessoa e o valor da vida. Só no último ano, lançaram vários alertas contra as diversas formas de violência: nas prisões, contra os líderes indígenas, contra as mulheres e a violência da corrupção política.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.