+ infoAcontecer
Portugal
Portugal preparado para alargar mobilidade aos cidadãos da CPLP
Texto F.P. | Foto CPLP | 19/07/2019 | 12:26
Regime em vigor para os cidadãos brasileiros pode vir a ser aplicado a todos os cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Governo acredita num acordo global até 2020
imagem
O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, está confiante que os representantes dos Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP, reunidos esta sexta-feira, 19 de julho, em Cabo Verde, irão chegar a um acordo para alargar o regime de mobilidade.

«Estamos preparados para a amplitude máxima de passos», para «garantirmos o automatismo da possibilidade do direito de residir e circular por Portugal a todos os nacionais da CPLP», antecipou o governante à agência Lusa, dando como exemplo o acordo bilateral que já existe com o Brasil.

«Que este direito de um brasileiro trabalhar, estudar ou residir em Portugal e um português trabalhar, estudar ou residir no Brasil, desde que não tenham antecedentes criminais, nem constituam perigo para a segurança nacional, nem ameaças à segurança pública, se estenda a todos os países da CPLP», assumiu Santos Silva.

O modelo de integração comunitária na CPLP proposto por Cabo Verde, país que assume a presidência rotativa da organização, prevê estadias até 30 dias no espaço da comunidade isentas de vistos e vistos de curta temporada para profissionais, investigadores e docentes, além de autorizações de residência.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.