+ infoAcontecer
Mundo
República Democrática do Congo
Epidemia de ébola declarada emergência internacional
Texto F.P. | Foto ONU / Martine Perret | 18/07/2019 | 15:02
Autoridades sanitárias concluíram que a situação de risco pode representar um perigo para a saúde pública além da fronteira nacional da região afetada, e pode exigir uma ação internacional imediata
imagem
A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de ébola na República Democrática do Congo (RDC) como uma emergência de saúde pública de preocupação internacional, o que significa que o Comité de Emergência considera a epidemia grave, repentina, incomum ou inesperada.

Para o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, chegou a hora do mundo perceber e redobrar os esforços de combate à doença, trabalhando em conjunto e em solidariedade com a RD Congo, para «acabar com o surto e construir um sistema de saúde melhor».

Já o presidente do Comité de Emergência da OMS, Robert Steffen, alertou para a necessidade da comunidade internacional seguir as novas recomendações, e pediu que os Estados não usem a declaração de emergência internacional como um pretexto para impor restrições comerciais ou de viagens, o que «teria um impacto negativo na resposta e nas vidas e meios de subsistência das pessoas na região».

Segundo dados da OMS, pelo menos 2.512 mil pessoas foram infetadas e 1.676 morreram devido ao surto declarado em agosto de 2018 nas províncias de Ituri e Kivu do Norte. Na sua reunião, o grupo de especialistas revelou desapontamento com os atrasos no financiamento, que têm limitado a resposta.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.