+ infoAcontecer
Mundo
Ensino da religião passa a ser facultativo no Chile
Texto F.P. | Foto DR | 21/07/2019 | 07:02
Decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Educação mas está a ser contestada pelos representantes das Igrejas e comunidades religiosas no país
imagem
A disciplina de religião vai deixar de ser obrigatória para os alunos chilenos do terceiro e quarto ano, o último ciclo de estudos antes do ingresso na universidade. A medida, tomada pelo Conselho Nacional de Educação, não agrada aos representantes das Igrejas e comunidades religiosas do país.

Numa declaração publicada num jornal nacional, a Conferência Episcopal do Chile e os representantes das Igrejas Evangélica, Batista, Luterana, Adventista e dos Santos dos Últimos Dias, alegam que passar de um plano formativo obrigatório para duas horas facultativas «cria uma concorrência artificial e não equitativa, favorecendo a eliminação da disciplina do curso de estudos».

Segundo os líderes religiosos, com esta medida, os estudantes ficam privados da possibilidade de «uma formação integral» e de um «desenvolvimento ético, solidário e cultural que a própria lei geral da educação declara de seguir». Neste sentido, apelam ao Conselho Nacional de Educação que «reconsidere» a sua decisão, reconhecendo o ensino da religião como um «espaço formativo privilegiado para cuidar e formar a dimensão espiritual, ética e moral de um estudante».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.