+ infoAcontecer
Mundo
Bispos venezuelanos pedem eleição de novo Presidente
Texto F.P. | Foto Lusa | 14/07/2019 | 15:57
Exortação pastoral da Conferência Episcopal da Venezuela afirma que o país está perante um governo «ilegítimo e falido» e clama por uma mudança de rumo, com a saída dos que exercem o poder
imagem
Reunidos em Assembleia Plenária, os bispos da Venezuela emitiram esta semana uma exortação pastoral, onde recuperam as denúncias de graves violações dos direitos económicos e sociais relatadas recentemente pelo relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, e pedem uma mudança urgente de regime, que trave a fuga dos venezuelanos para o exterior.

«A grande maioria dos habitantes do país rejeita a atual situação porque está em contradição com os valores civis, culturais e religiosos tradicionais que têm caracterizado o nosso povo. Os venezuelanos continuam a apostar numa convivência civil pluralista e pacífica, em justiça, liberdade e solidariedade, tal como estabelece a Constituição», pode ler-se na mensagem episcopal.

Para os bispos, os regimes políticos, as ideologias, as organizações ou instituições, devem estar ao serviço dos princípios fundamentais, o que requer a promoção e defesa intransigente dos direitos humanos e a denúncia permanente dos abusos e violações desses mesmos direitos. «A renovação ética e espiritual do país é uma tarefa de todos», sublinham.

No documento, é ainda referido que, «perante a realidade de um governo ilegítimo e falido, a Venezuela clama por uma mudança de rumo». «Esta mudança requer a saída dos que exercem o poder de forma ilegítima e a eleição, o quanto antes, de um novo Presidente da República», afirmam os prelados, recordando a necessidade urgente de se permitir a entrada e distribuição de alimentos e ajuda médica.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.