+ infoAcontecer
Portugal
Peritos estrangeiros apoiam Portugal no caminho da inclusão
Texto J.B. | 24/06/2019 | 08:40
Evento internacional no sul de Portugal vai abordar orientações práticas que contribuam para a criação de ambientes mais inclusivos em todo o território português

Joan Martin, diretora executiva da Louth County Council, a primeira cidade amigável de todas as idades na Irlanda, e presidente do Convénio Europeu para as Alterações Demográficas, entidade afiliada da OMS, vai deslocar-se a Portugal para dar resposta à questão – «Como implementar ambientes amigáveis para todas as idades?»

 

A intervenção desta especialista está prevista para a próxima sexta-feira, 28 de junho, e terá lugar na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, que se localiza em Faro. No mesmo dia, será possível escutar Fernando Machicado, gestor do Programa de Construção e Acessibilidade da UNE, que apresentará ao público o mais recente standard sobre «Acessibilidade e usabilidade de ambientes construídos».

 

As intervenções destes e outros profissionais dão forma à segunda reunião participativa promovida pela «Rede portuguesa ambientes saudáveis, inteligentes e amigáveis». A mesa redonda que marcará o evento vai juntar «ilustres representantes de entidades públicas e privadas nacionais que irão trabalhar conjuntamente a questão das acessibilidades e como garantir que estas são devidamente implementadas, nomeadamente no âmbito do financiamento procedente de fundos estruturais», explicam os serviços de comunicação da Cáritas Diocesana de Coimbra.

 

Com mais de 70 organizações registadas como membros, esta rede nacional junta parceiros de todo o território português, que pretendem construir ambientes inclusivos para pessoas de todas as idades. A iniciativa é aberta à participação de qualquer pessoa, mas carece de inscrição.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.