+ infoAcontecer
Mundo
Multimilionário investe milhões no combate ao aquecimento global
Texto F.P. | Foto Rubenstein | 10/06/2019 | 11:38
Michael Bloomberg quer ajudar os Estados Unidos da América a reduzir a sua dependência dos combustíveis fósseis e pretende encerrar mais de 200 centrais termoelétricas a carvão, até 2030
imagem
O multimilionário e filantropo Michael Bloomberg anunciou esta semana que pretende investir 500 milhões de dólares (cerca de 440 milhões de euros) para ajudar o seu país – os Estados Unidos da América – a reduzir a dependência dos combustíveis fósseis e, ao mesmo tempo, combater o aquecimento global.

O dinheiro será utilizado para encerrar cerca de 250 centrais termoelétricas a carvão em todo o país, até 2030, e «travar a corrida para construção de novas centrais elétricas a gás», informou, em comunicado, o ex-presidente da Câmara de Nova Iorque.

«Estamos numa corrida em contrarrelógio com o aquecimento global, e ainda não há praticamente nenhuma esperança de uma ação federal forte neste tema durante pelo menos os próximos dois anos. A mãe natureza não espera pelo nosso calendário político», sublinhou o multimilionário.

Em 2011, Bloomberg havia lançado já um plano de 500 milhões de dólares, a que deu o nome de «Beyond Coal» (Além do carvão, em português), e que se traduziu no encerramento de 289 centrais alimentadas a carvão nos Estados Unidos da América.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.