+ infoAcontecer
Mundo
Número de venezuelanos em fuga atingiu os quatro milhões
Texto F.P. | Foto ACNUR / Siegfried Modola | 09/06/2019 | 15:57
Venezuela é agora um dos países com maior quantidade de população deslocada no exterior. A Colômbia é o país de refúgio mais procurado, seguido do Peru, Chile e Equador
imagem
O número de venezuelanos que abandonaram o país já alcançou os quatro milhões, segundo dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) e Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Os venezuelanos deslocados no exterior são já um dos maiores grupos de populações deslocadas a nível mundial.

Segundo as duas agências, o ritmo de saída da Venezuela tem sido assombroso. Dos 695 mil emigrados em finais de 2015, a quantidade de refugiados e migrantes venezuelanos disparou para mais de quatro milhões em meados deste ano. Desde novembro de 2018, em apenas sete meses, o número de pessoas que deixou o país aumentou em um milhão.

A maioria destes migrantes têm sido acolhidos pelos países vizinhos. Na Colômbia estarão cerca de 1,3 milhões de venezuelanos, no Peru 768 mil, no Chile 288 mil, no Equador 263 mil, no Brasil 168 mil e na Argentina 130 mil. Há ainda outros espalhados pelo México e por outro países da América Central e Caraíbas.

«Estas taxas alarmantes realçam a necessidade urgente de apoiar as comunidades de acolhimento nos países recetores. Os países da América Latina e Caraíbas estão a fazer a sua parte para responder a esta crise sem precedentes, mas não se pode esperar que continuem a fazê-lo sem ajuda internacional.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.