+ infoAcontecer
Fátima
Papel do voluntariado analisado em Fátima
Texto J.B. | Foto FM | 24/05/2019 | 08:42
Cidadãos que dedicam os seus tempos livres aos outros, de forma gratuita, vão reunir-se na Cova da Iria para refletirem sobre a importância da sua missão
imagem

Cerca de 100 voluntários do Santuário de Fátima vão refletir sobre o propósito da sua missão ao longo do próximo sábado, 25 de maio, no âmbito do «Encontro da visitação», que terá lugar no Salão do Bom Pastor, no Centro Pastoral de Paulo VI. A iniciativa assume um carácter formativo e vai procurar dar resposta à questão «Porquê ser voluntário?».

O encontro contará com diversos testemunhos sobre voluntariado e será também uma ocasião para um debate sobre o papel desta prática desinteressada e gratuita. Vão intervir Susana Queiroga, da Ordem Hospitaleira de São João de Deus, Filipe Pinto, antigo presidente da Associação Leigos para o Desenvolvimento, Mariana Abranches Pinto, do grupo «Ao terceiro dia», Marta Brites, da associação «Luz mágica», e Sónia Fernandes, da «Pista mágica: escola de voluntariado».

O Santuário de Fátima conta atualmente com cerca de 400 voluntários que se dedicam a acolher os peregrinos e a divulgar a mensagem relatada pelos pastorinhos. No templo mariano da Cova da Iria as manifestações de voluntariado acontecem também no «apoio à liturgia, informações, acolhimento, comunicação e arranjos dos espaços celebrativos, entre outros».

De acordo com os serviços de comunicação do Santuário de Fátima, para além dos «voluntários nominais, diretamente implicados nos serviços, há ainda outros que integram movimentos, associações e serviços que, autonomamente, prestam um contributo essencial para a missão» do templo da Cova da Iria.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.