+ infoAcontecer
Mundo
Coreia do Norte enfrenta a pior seca do século
Texto F.P. | Foto Lusa | 20/05/2019 | 12:18
Isolado pelas várias sanções internacionais levantadas por causa dos programas de armas nucleares, o país sofre uma escassez crónica de alimentos. As colheitas do ano passado foram as mais fracas da última década
imagem
A Coreia do Norte está a atravessar a sua pior seca em mais de um século, segundo informaram os meios estatais, dias depois do Programa Alimentar Mundial (PAM) ter expressado «sérias preocupações» pela situação no país. Isolada e pobre, a nação está sujeita a várias sanções devido aos seus programas nucleares, e tem sofrido uma escassez crónica de alimentos.

De acordo com dados avançados pela ONU, o país registou a sua pior colheita da década o ano passado, com uma quebra de 500 mil toneladas. Os desastres naturais, combinados com a falta de terras cultiváveis e uma agricultura ineficiente, terão estado na origem desta descida na produção.

A imprensa local revela que a água está a esgotar-se nos lagos e represas e um porta-voz do governo informou que a atual seca está a causar efeitos significativos nos cultivos de trigo, cevada, milho, batata e feijões. Neste momento, cerca de 10,1 milhões de norte-coreanos – 40 por cento da população – sofre de desnutrição, segundo a ONU.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.