+ infoAcontecer
Mundo
Agrava-se situação humanitária na Líbia
Texto F.P. | Foto Lusa | 16/05/2019 | 17:36
Há mais de 60 mil pessoas deslocadas na cidade e arredores de Tripoli. A situação é especialmente preocupante para migrantes, entre os quais estão muitas crianças e mulheres grávidas
imagem
A Organização Internacional para as Migrações (OIM) manifestou esta semana a sua preocupação pelo agravamento da situação humanitária em Tripoli. Há neste momento 66 mil pessoas deslocadas e a organização revela uma apreensão especial pelo futuro dos mais de três mil migrantes instalados na capital da Líbia, entre os quais estão muitas crianças e mulheres grávidas.

«Estamos preocupados com a situação humanitária em Tripoli, que se está a deteriorar dramaticamente, e reiteramos a necessidade urgente de pôr fim à detenção dos migrantes na Líbia e travar o deslocamento”, alertou Othman Belbeisi, chefe de missão da OIM na Líbia.

Apesar das equipas humanitárias estarem a prestar assistência às populações afectadas, o responsável considera fundamental «fazer muito mais para garantir a segurança dos civis», ao recordar o naufrágio de uma embarcação com migrantes a bordo, que havia partido da Líbia e afundou junto à costa de Tunis. Morreram 59 pessoas.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.