+ infoAcontecer
Mundo
Papa lembra história de Fátima no Vaticano
Texto J.B. | Foto Lusa | 15/05/2019 | 12:24
Santo Padre recordou ataque a São João Paulo II e a mensagem relatada pelos três pastorinhos
imagem

O ataque a São João Paulo II, a 13 de maio de 1981, e a sua sobrevivência associada à «proteção materna» de Nossa Senhora do Rosário Fátima, foi esta quarta-feira, 15 de maio, recordada na Praça de São Pedro, no Vaticano, pelo Papa Francisco. «O 13 de maio é o dia que recorda a primeira aparição de Nossa Senhora de Fátima, coincidindo com o dia do atentado contra a vida de São João Paulo II. Recordamos a sua afirmação: em todo o que aconteceu vi uma particular proteção materna de Maria», disse o Santo Padre, perante os milhares de peregrinos que assistiam à audiência pública semanal.

O Sumo Pontífice proferiu os relatos dos pastorinhos relativos às visões da Mãe de Cristo: «Vim para advertir a humanidade, para que mude de vida e não entristeça Deus com graves pecados. Que os homens rezem o terço e façam penitência pelos seus pecados». O Papa Francisco apelou depois – «Ouçamos esta recomendação, pedindo a Maria a sua proteção materna, o dom da conversão, o espírito de penitência e a paz para o mundo inteiro. Coração Imaculado de Maria rogai por nós».

Ao saudar os peregrinos de língua portuguesa, Francisco aproveitou a ocasião para lembrar que maio é considerado pelos cristãos como o «mês de Maria», e convidou de seguida os fiéis a «multiplicar os gestos diários de veneração e imitação da Mãe de Deus». «Procuremos rezar o terço todos os dias, dedicando a Deus aquele mínimo de tempo que Lhe devemos. Assim aproximaremos dos homens o Céu. Sede para todos a bênção de Deus», disse o Santo Padre, citado pela agência Ecclesia.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.