+ infoAcontecer
Fátima
Alunos recolhem lixo deixado em Fátima
Texto J.B. | Foto Santuário de Fátima | 14/05/2019 | 16:07
A ação de limpeza encerrou o primeiro ciclo de ações de voluntariado jovem no Santuário de Fátima. O projeto deverá estender-se a mais escolas da região, inclusive ao ensino superior
imagem

Trinta e cinco alunos do Colégio de São Miguel, em Fátima, juntamente com funcionários do Serviço de Espaços Verdes e Limpeza de Exteriores do templo da Cova da Iria, percorreram na manhã desta terça-feira, 14 de maio, alguns dos parques do templo mariano para recolherem o lixo resultante da peregrinação de maio. Os responsáveis por um restaurante de Fátima quiseram juntar-se à ação de limpeza, fornecendo «apoio logístico», e disponibilizando «alguns dos seus funcionários», indicam os serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Santuário de Fátima e o Colégio de São Miguel, que também já colocou adolescentes de duas turmas do Curso Científico-Tecnológico de Design, Cerâmica e Escultura, a pintaram as camas do Acolhimento de São Bento de Labre, em Fátima, juntamente com colaboradores do Serviço de Manutenção Geral do Santuário.

Alunos de uma turma do Curso Científico-Tecnológico de Informática envolveram-se também na preparação dos kit`s de roupa de cama e banho disponibilizados aos que peregrinam a pé. Na noite da vigília da Peregrinação Internacional de Maio, outros jovens da mesma instituição de ensino estiveram a «ajudar na oferta do chá/café e das bolachas, que são distribuídos aos peregrinos na madrugada».

No total, as várias ações envolveram «mais de 130 jovens». Cláudia Camelo, da Comissão para o Voluntariado do Santuário de Fátima, acredita que estas ações contribuíram para «sensibilizar os jovens para a importância de dar um bocadinho de tempo aos outros, mesmo que esses outros sejam anónimos, neste caso os peregrinos de Fátima e que merecem ser bem acolhidos».

«Este tipo de iniciativas melhora a auto-estima destes jovens, e mesmo que não o percebam no imediato, alguma coisa vai ficando, e já tivemos sinais disso mesmo», realça a responsável, citada pela Sala de Imprensa do Santuário de Fátima. Segundo Cláudia Camelo, vários alunos «já questionaram no sentido de repetir a experiência, ou integrar outras atividades», e alguns «mostraram interesse em integrar o grupo de voluntários do santuário, como acólitos, como acolhedores». «As sementes começam a dar fruto», acredita a responsável.

De acordo com o Santuário de Fátima estão a ser «dados passos no sentido de estabelecer uma cooperação com o Centro de Estudos de Fátima (CEF), para executarem tarefas que visam integrar a Peregrinação das Crianças, no dia 10 de junho». No próximo ano letivo, a iniciativa deverá ser alargada ao «agrupamento de escolas de Ourém e Leiria, e aos estabelecimentos de ensino superior», adianta a instituição.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.