+ infoAcontecer
Mundo
Líder indígena denuncia ameaças à Amazónia na Europa
Texto F.P. | Foto Valter Campanato / ABr | 13/05/2019 | 16:17
Deslocação prevê encontros com chefes de Estado, celebridades e com o Papa Francisco, para alertar sobre as crescentes ameaças à floresta e aos direitos dos povos indígenas
imagem
O líder indígena Raoni Metuktire, da etnia kayapó, iniciou uma viagem de três semanas na Europa, onde tem encontros marcados com o Papa Francisco, vários chefes de Estado e diversas celebridades, para transimitir as suas preocupações com as crescentes ameaças à Amazónia. A digressão servirá ainda para angariar um milhão de euros destinados a proteger a reserva Xingu, no Brasil.

A viagem ocorre num momento de tensão por causa das ameaças à Amazónia por parte dos sectores da mineração e agricultura, que encontraram um aliado no Presidente Jair Bolsonaro. Metuktire viaja acompanhado de mais três líderes indígenas que vivem no Xingu e tem contado com o apoio internacional de figuras como o cantor Sting, na sua luta pela defesa da floresta.

Os fundos angariados na Europa serão usados para substituir os sinais nos limites da vasta reserva do Xingu, para comprar drones e equipamentos técnicos para monitorizar a região na protecção contra incêndios, e para reforçar os recursos nas áreas da saúde, educação e conhecimento técnico para a extração e comercialização de produtos renováveis obtidos na selva, informou a Associação Foret Vierge.

 

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.