+ infoAcontecer
Mundo
Iémen
Aberto acesso a depósitos com ajuda humanitária
Texto F.P. | Foto ONU | 26/02/2019 | 17:29
Equipas do Programa Alimentar Mundial conseguiram aceder aos depósitos de cereais na cidade de Hodeida, no Iémen, após quase cinco meses de impasse, motivados pela falta de segurança na região
imagem
Pela primeira vez, desde setembro do ano passado, as equipas das Nações Unidas conseguiram ter acesso aos depósitos de cereais no porto da cidade de Hodeida, onde estão armazenadas 51 mil toneladas de grão, que podem alimentar 3,7 milhões de pessoas por mês, anunciou esta segunda-feira, 25 de fevereiro, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Os técnicos do Programa Alimentar Mundial (PAM) ainda estão a fazer a avaliação ao material armazenado, mas as expectativas apontam para que os depósitos possam voltar a ser usados o mais depressa possível.

O regresso aos armazéns é o resultado de um acordo alcançado no passado dia 17 de fevereiro, em que partes em conflito concordaram em retirar os seus combatentes dos portos e das zonas chave para distribuição de ajuda humanitária à população.

Os portos estão situados no oeste do país, na zona controlada pelos rebeldes hutis. E o acordo dá livre acesso aos depósitos de cereais de Red Sea Mills, que estão sob controlo das forças governamentais, apoiadas pela Arábia Saudita.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.