+ infoAcontecer
Fátima
Fátima pede confiança apesar das contrariedades
Texto J.B. | Foto Santuário de Fátima | 13/02/2019 | 16:21
Capelão do templo da Cova da Iria pede confiança aos peregrinos, apesar das diversas situações que possam estar a afetar as suas vidas
imagem

Em dia de peregrinação mensal e do 14.º aniversário da morte de Lúcia de Jesus dos Santos, José Nuno Silva, capelão do Santuário de Fátima, lembrou aos fiéis os relatos dos videntes. «Em 1917, quando Nossa Senhora aparece aos três pastorinhos, a primeira coisa que diz é `Não tenhais medo´. E já antes, em 1916, o anjo na primeira aparição disse `Não temais´», recordou o sacerdote, alertando para o facto de que «quando o medo é maior» que o coração, este pode «paralisar», e «deixa de bater e a vida de funcionar».

«Temos medo da solidão, dos outros, do sofrimento, do futuro, da doença. Tantos medos», demonstrou José Nuno Silva, frisando que «é importante tomar consciência disso», o que ser feito «em Fátima e em toda Bíblia», lugares onde o medo pode ter como resposta a «tranquilização».

«Em Maria, o nosso Deus dirige-nos hoje, em cada momento da nossa vida e em cada circunstância, um chamamento que contraria o medo, a viver o contrário do medo», frisou o responsável, adiantando que o sentimento contrário ao medo não é a «coragem», mas sim a «confiança».

«É isso que importa, a confiança, e olhar para Maria como ela aqui se apresenta em Fátima é um apelo e um convite a confiar em Deus», sublinhou o responsável. «Aqui não tenhamos medo, confiemos, independentemente do que neste momento esteja a afetar a nossa vida, confiemos», pediu o sacerdote, citado pelos serviços de comunicação do Santuário de Fátima. A celebração da Peregrinação mensal de fevereiro teve lugar na manhã desta quarta-feira, na Basílica da Santíssima Trindade.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.