+ infoAcontecer
A Missão Conta
«Um homem especial que sabia escutar com o coração»
Texto F.P. | Foto Albino Brás | 04/02/2019 | 16:47
Missionários destacam o exemplo de vida do padre Adelino Francisco, na Missa de corpo presente. «Um homem de fé simples, sempre disponível» para estar junto das comunidades cristãs
imagem
Um missionário exemplar, que enfrentou provações em plena guerra civil de Moçambique, mas nunca abandonou as comunidades, nem se desviou do carisma do beato José Allamano, fundador do Instituto Missionário da Consolata (IMC): «Fez o bem, bem feito» e foi «o retrato vivo de trabalho, de vida e de fé», afirmou esta segunda-feira, 4 de fevereiro, em Fátima, o padre Diamantino Antunes, na Missa de corpo presente em honra de Adelino Francisco.

«Ele chegou a Moçambique nas vésperas da independência, quando o fluxo missionário era o inverso, viveu no contexto de uma Igreja humilhada e maltratada, foi raptado, mas não guardava ressentimento em relação aos seus raptores e esteve sempre ao lado do povo», adiantou Diamantino Antunes, que é também o Superior Regional dos Missionários da Consolata em Moçambique.

Na sua homilia, o missionário destacou o legado pastoral e humano deixado pelo padre Adelino Francisco, classificando-o como «um homem especial, recheado de talentos, que sabia escutar com o coração». Em particular, recordou o período em que foi raptado pelos guerrilheiros moçambicanos e obrigado a fazer a pé cerca de 1.200 quilómetros, até ser libertado, perto da fronteira com o Zimbabwe.

Apesar das marcas que esta experiência lhe deixaram, o sacerdote nunca abdicou de estar próximo das suas comunidades e «enfrentava todos os riscos para celebrar Missa», recordou o padre Diamantino Antunes, realçando também o seu papel na formação de missionários em Moçambique.

Natural de São Simão de Litém, concelho de Pombal, Adelino Francisco viveu grande parte da sua vida missionária em Moçambique. Regressou a Portugal em 2013. Na noite do passado sábado, 2 de fevereiro, sofreu uma paragem cardiorrespiratória que lhe foi fatal. Tinha 77 anos. O corpo foi sepultado no cemitério de Fátima.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.