+ infoAcontecer
Mundo
Bispos dizem que venezuelanos estão como uma ovelha sem pastor
Texto F.P. | Foto Lusa | 10/01/2019 | 07:01
Prelados lamentam não haver sensibilidade humana e social para produzir uma mudança profunda na condução do país. E deploram o clima de desconfiança que se vai enraizando
imagem
O presidente da Conferência Episcopal da Venezuela (CEV), arcebispo José Luis Ayala, lamentou recentemente a situação de crise que se vive no país, culpou Nicolás Maduro pelo estado a que chegou a nação e manifestou preocupação com os índices de pobreza, que continuam a aumentar.

«A nível político, a população está como uma ovelha sem pastor, sem um projeto comum, e com dificuldade em fortalecer a cidadania e a consciência de cor-responsabilidade política. Não há nem uma ponta de sensibilidade humana e social que leve a uma mudança profunda na condução do país e continuamos a observar os grandes índices de pobreza», afirmou o prelado.

Nicolás Maduro prepara-se para iniciar o seu segundo mandato na presidência, apesar das dúvidas quanto à legalidade das eleições que o elegeram. Para o arcebispo, a manutenção da política seguida até agora é conduzir o povo para o «abismo».

«O nosso país vive uma desproporcional crise em todos os aspetos, mas infelizmente quem tem dirigido o governo durante estes últimos anos, provocando uma degradação humana e social na população e nos recursos da nação, está empenhado em prosseguir a mesma cartilha, sem mudanças significativas na economia e na melhoria das condições de vida dos venezuelanos, pelo que o seu desempenho se tornou ilegítimo e moralmente inaceitável», sublinhou José Luis Ayala.

Recordando as palavras do Papa Francisco sobre a necessidade de uma mudança social, o arcebispo alertou para a necessidade de uma «organização comunitária em torno de um ideal de reconstrução do país, da promoção de mudanças que permitam eliminar a rota destrutiva e procurar novas formas de desenvolvimento integral».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.