+ infoAcontecer
Fátima
Fátima inicia advento com sugestões e nova exposição
Texto J.B. | Foto DR | 03/12/2018 | 12:10
Peregrinos foram alertados para o risco de deixarem que a rotina «tome conta» da relação com Deus e com os outros. No Santuário, os fiéis podem agora encontrar uma nova exposição dedicada à história e particularidades da Capelinha das Aparições
imagem

A anteceder a celebração do Natal, os cristãos deparam-se com um «tempo de espera vigilante», período também conhecido como advento, e que deve ser vivido com atenção, aconselhou Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor do Santuário de Fátima. «Jesus exorta a ficarmos vigilantes porque facilmente os nossos corações adormecem e tornam-se pesados. Estar vigilante não é uma atitude passiva é uma atitude ativa, que implica atenção à vontade de Deus, compromisso de renovação e vontade em acolher o Senhor», disse o sacerdote na manhã do último domingo, 2 de outubro, na homilia da Eucaristia que decorreu na Basílica da Santíssima Trindade.

 

Além do perigo de «um coração pesado», Carlos Cabecinhas alertou os fiéis para o risco de se deixar que «a rotina tome conta da nossa relação com Deus e com os outros», fazendo com os «automatismos matem essa relação, seduzindo para os caminhos fáceis e para as mil e uma ocupações de cada dia, que vão enchendo o nosso espírito e nos esvaziam do essencial».

 

Por isso, adiantou o prelado, o desafio deste tempo de advento, é o de se estar «atentos e vigilantes na oração». Nessa linha, o reitor do templo mariano convidou os cristãos a realizarem uma escuta «mais atenta e assídua da Palavra de Deus para avaliarmos as nossas opções», uma oração «mais intensa, na consciência de que precisamos que seja Ele a reorientar as nossas vidas», e uma «atenção para com o sofrimento e os problemas dos outros».

 

«Só assim, os nossos corações não se tornam pesados e serão capazes de acolher o Senhor que vem às nossas vidas», demonstrou o sacerdote, citado pelos serviços de comunicação do santuário. Além dos peregrinos de Portugal, escutaram Carlos Cabecinhas fiéis de Espanha, Itália, Suíça e Vietname.

 

O fim de semana no Santuário de Fátima ficou também marcado pela apresentação do plano para o novo ano pastoral, no último sábado, 2 de dezembro. A partir de agora os peregrinos serão guiados sob a temática «Dar Graças por Peregrinar em Igreja». No mesmo dia teve também lugar a inauguração da exposição «Capela-Múndi», que poderá ser visitada gratuitamente no Convivium de Santo Agostinho até 15 de outubro de 2019.

 

A nova mostra debruça-se sobre os 100 anos de Capelinha das Aparições, conta com nove núcleos expositivos, através dos quais é agora possível contemplar obras de pintura, escultura, ourivesaria e tapeçaria. Inserida na exposição está também uma réplica construída à escala real da Capelinha das Aparições.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.