+ infoAcontecer
Portugal
«Presentes solidários - Dar a duplicar»
Prendas de Natal promovem educação e homenageiam Mandela
Texto J.B. | Foto Lusa | 07/11/2018 | 16:55
Campanha natalícia assume este ano uma «edição especial celebrativa do 100.º aniversário do nascimento de Nelson Mandela», sendo, por isso, «dedicada à educação e a um dos grandes defensores de um sistema educativo mais justo e equitativo»
imagem

Já é possível selecionar online uma causa solidária, dar o seu contributo, e oferecer essa ajuda aos mais desprotegidos em nome de outra pessoa, que saberá da oferta quando abrir o envelope com o seu postal de Natal personalizado. Esta dinâmica filantrópica tem como nome «Presentes solidários», e como lema «Dar a duplicar».

 

Nesta edição vai ser possível oferecer caixas de giz e apagadores para uma escola de Luanda, em Angola, sacos de cimento para construir de um refeitório, despensa e cozinha num centro educacional de Bafatá, na Guiné-Bissau, mensalidades e refeições a crianças de um jardim infantil de Cabo Verde, e uniformes escolares para alunos da Amazónia, no Brasil.

 

Mas as possibilidades de presentes não se ficam por aqui e vão ainda mais longe. Será também possível doar mochilas e materiais escolares para alunos de São Tomé e Príncipe, brinquedos educativos para crianças de Timor-Leste, e lanches diários, durante um mês, para menores de um centro educativo de Moçambique.

 

Do pacote de ofertas filantrópicas fazem ainda parte equipamentos desportivos para adolescentes moçambicanos e kits para equipar salas de aula de Angola. Portugal também poderá ser alvo da solidariedade dos doadores, através da oferta de bolsas de voluntariado e de inscrições de crianças vulneráveis em campo de férias.

 

No total são 11 as causas que poderão ser apoiadas. Todas elas têm em vista a promoção de uma «educação de qualidade», conforme indica a Fundação Fé e Cooperação, entidade promotora da campanha natalícia, que está em andamento até ao próximo dia 6 de janeiro.

 

As propostas de presentes visam «dar resposta a necessidades prioritárias das comunidades de oito países lusófonos», nesta que é uma «edição especial celebrativa do 100.º aniversário do nascimento de Nelson Mandela». Com o objetivo de assinalar a vida e obra do Nobel da Paz e «um dos grandes defensores de um sistema educativo mais justo e equitativo», a campanha é «dedicada à educação». O valor dos presentes varia entre os sete e os 250 euros, e podem ser adquiridos no website da campanha.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.