+ infoAcontecer
Fátima
Matrimónios fracassados devem ser alvo de apoio
Texto J.B. | Foto DR | 08/10/2018 | 15:05
Reitor do Santuário de Fátima frisou que a comunidade cristã tem a missão de acolher e ajudar aqueles que viram fracassar o seu projeto de vida, «sem perder tempo a tentar encontrar culpados»
imagem

«A plena realização do ser humano só acontece na relação, pelo amor», disse Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor do Santuário de Fátima, demonstrando que o matrimónio é o exemplo concreto dessa dinâmica, e realçando que Deus convida o homem e a mulher a formarem uma «uma comunidade de amor estável e indissolúvel de amor, partilha e doação».

Perante os casos em que este projeto de vida e de amor fracassa, devido à «debilidade própria da condição humana», os cristãos são chamados a «usar de muita compreensão e misericórdia», apelou o sacerdote no recinto de oração do Santuário de Fátima, na manhã do último domingo, 7 de outubro.

Carlos Cabecinhas realçou que a comunidade cristã tem a missão de «acolher e ajudar aqueles a quem as circunstâncias da vida impediram de viver o projeto de Deus, sem perder tempo a tentar encontrar culpados». Nesse sentido, o sacerdote convidou a assembleia a orar «por todas as famílias cristãs», particularmente por aquelas que «veem fracassar o seu projeto de amor», e para que as comunidades cristãs «saibam acolher» as famílias que «experimentam o fracasso».

De acordo com os serviços de comunicação do Santuário de Fátima, a celebração contou com a presença de «uma multidão de peregrinos», entre eles os participantes da Peregrinação Nacional da Família Franciscana. Além de cristãos de vários pontos de Portugal, estiveram presentes peregrinos provenientes de Espanha, França, Itália, Alemanha, Polónia, Croácia, Reino Unido, Irlanda, Uganda, Estados Unidos da América, Tailândia, Indonésia e Coreia do Sul.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.