+ infoAcontecer
Mundo
Estatuto de refugiado para vítimas das alterações climáticas
Texto F.P. | Foto Lusa | 16/07/2018 | 07:03
Organização propõe medidas de proteção especial para as pessoas que são obrigadas a deixar as suas terras por causa das alterações do clima
imagem
A Oxfam, em cooperação com a Fundação por Causa, apresentou esta semana uma proposta com medidas alternativas às políticas migratórias europeias que envolvam os países de origem, países de destino e pessoas migrantes. O objetivo é assegurar a proteção a pessoas obrigadas a deslocar-se e que ficam de fora das convenções para refugiados, como é o caso das vítimas das alterações climáticas.

O documento defende ainda a necessidade de otimizar o impacto das migrações no desenvolvimento, através de quotas que beneficiem determinadas regiões, do uso produtivo das remessas ou do envolvimento dos especialistas em desenvolvimento na definição das políticas migratórias.

De acordo com Eva Garzón, responsável pelo Deslocamento Global da Oxfam, a Europa e a comunidade internacional têm «várias oportunidades nos próximos meses para avançar com estas reformas, como são a nova agenda europeia de migrações, as negociações para um Pacto Mundial sobre Migrações e as experiências que já funcionam, relacionadas com a facilitação de emprego ou a formação de capacidades laborais».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.