+ infoAcontecer
Portugal
Igreja dos Açores reabre após 22 anos
Texto J.B. | Foto José Luís Ávila Silveira / Pedro Noronha e Costa | 07/07/2018 | 15:46
A cerimónia de reabertura será precedida de vários momentos de oração e de reflexão, e de atividades culturais e religiosas
imagem

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo vai voltar a estar de portas abertas, depois de 22 anos de encerramento ao culto. Após um novenário, e várias atividades culturais e religiosas, a cerimónia de reabertura vai realizar-se a 16 de julho. A celebração será presidida por João Lavrador, bispo de Angra. No mesmo dia terá lugar um concerto, pelas 21h30. O momento musical será protagonizado pelos elementos do Coral de Santa Catarina.

A igreja abrirá ao culto com o teto e com muito do seu espólio restaurados, com uma fachada recuperada, com portas, janelas e eletrificação novas, com uma bancada da assembleia pintada de fresco, e com um novo pavimento, uma vez que o chão se encontrava em terra batida.

«Estou muito contente por chegarmos a esta fase, grato a todos os que contribuíram financeiramente e por conseguirmos manter e levar por diante este sonho de reabertura de uma das igrejas mais imponentes do arquipélago», disse Marco Luciano, reitor da igreja, em declarações ao portal informativo «Igreja Açores».

No entanto, a reabertura do templo decorrerá em situação excecional, dado que a sua recuperação não se encontra concluída. «A igreja vai ser reaberta com as condições de segurança e a dignidade necessárias para a celebração do culto que passará a ser ao domingo, à terça e à quinta- feira, intercalando com o programa de missas da igreja matriz», explicou o sacerdote. Por recuperar estão uma série de altares, ficando ainda por transformar o antigo convento num centro pastoral.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.