+ infoAcontecer
Mundo
Tensões ameaçam crescimento da economia mundial
Texto F.P. | Foto Lusa | 21/05/2018 | 07:02
Perspetivas positivas para o crescimento da economia mundial podem ficar prejudicadas com as tensões comerciais e políticas. Especialistas apontam para um ganho de 3,2 por cento no próximo ano
imagem
O aumento das tensões comerciais, as dúvidas a respeito das políticas monetárias, os níveis de endividamento e as tensões geopolíticas ameaçam as perspetivas positivas de crescimento da economia mundial, segundo um estudo apresentado esta semana por especialistas das Nações Unidas.

No relatório sobre a «Situação e Perspetivas da Economia Mundial» é estimado um crescimento global da economia de 3,2 por cento durante o próximo ano, o que significaria uma melhoria do crescimento nos países desenvolvidos, devido à subida dos salários.

«Embora o aumento moderado dos preços dos produtos básicos a nível mundial coloque uma pressão alta sobre a inflação de muitos países», o documento destaca que as «pressões inflacionarias» estão sob controlo em quase todas as regiões desenvolvidas e em desenvolvimento.

Elliot Harris, economista chefe das Nações Unidas, considera esta revisão em alta da economia mundial uma boa notícia para avançar para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mas advertiu ser «absolutamente necessário não se contentarem com as taxas de crescimento positivas».
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.