+ infoAcontecer
Mundo
Enviada ajuda humanitária para a Faixa de Gaza
Texto F.P. | Foto Lusa | 17/05/2018 | 07:02
Agência das Nações Unidas calcula que mais de 1.000 crianças ficaram feridas na sequência dos protestos pela transferência da embaixada dos Estados Unidos da América para Jerusalém. Muitas necessitaram de ser amputadas
imagem
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) enviou dois camiões carregados com medicamentos e equipamento médico para a Faixa de Gaza, onde mais de 1.000 crianças ficaram feridas na sequência dos protestos, que tiveram início em finais de março. Os suprimentos médicos serão suficientes para prestar assistência a 70 mil pessoas.

Segundo os responsáveis da agência da ONU, a violência desta semana agravou as condições do sistema de saúde. Falta energia, combustível, fármacos e equipamentos. E os hospitais e postos de saúde estão superlotados, deixando muitas pessoas em situação de grande vulnerabilidade.

Enquanto se espera pela sessão especial do Conselho de Direitos Humanos sobre os territórios ocupados, agendada para sexta-feira, 18, o UNICEF lembra que as crianças precisam de proteção e não devem ser alvo de violência. Com as tensões a aumentarem, pedem-se medidas que mantenham os menores longe dos perigos.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.